Otite

A Otite é uma inflamação no ouvido. O ouvido normal de um Cão não apresenta odôr, e a quantidade de cera é pouca na maioria dos casos. No entanto mediante determinados sinais podemos reconhecer se o cão sente alguma alteração no ouvido, como por exemplo, pode coçar ou esfregar a orelha no chão, pode chorar ou tentar morder se tentarmos tocar na orelha ou ainda balançar a cabeça como sinal de dôr e desconforto.

otite

As otites mais profundas, são chamadas de otites internas e podem afetar o equilibrio do Cão, sendo um dos sinais evidentes , o cão pender com a cabeça para o lado do ouvido inflamado.

As causas das otites podem ser várias, nomeadamente infeciosas, parasitárias, causada por fungos ou por humidade, seborraica ou ainda pela predisposição da raça do cão.

A otite Infeciosa é causada por batérias e normalmente é acompanhada de pus. Este tipo de otite quando acontece ser “mal curada” pode ocasionar um quadro clínico crónico e cada vez mais dificil de tratar.

A otite de origem Parasitária é causada por ácaros ( sarna) . O ácaro que acomete o canal auditivo não é o mesmo que causa a sarna de pele. Ele é transmitido entre cães e gatos, mas não é transmissivel ao homem. A reincidência deste tipo de otite é comum se o cão frequentar sitios com ambiente contaminado.

A otite causada por fungos é semelhante á otite causada por batérias, sendo apenas o tipo de agente diferente.

Em alguns casos, existe cães que têm o hábito de nadar, e a entrada de água nos ouvidos certamente causará inflamação. A penetração da água no canal auditivo durante o banho é uma frequente causa de otite.

Raças com orelhas longas e peludas têm maior probabilidade de sofrerem de otite. As orelhas caídas abafam os ouvidos e não permitem a circulação de ar, condição que favorece a multiplicação de batérias. O excesso de pêlos que algumas raças apresentam dentro dos ouvidos é outro fator preponderante. Os pêlos formam um tampão que impede a entrada de ar e a saída da cera. A remoção do excesso de pêlos de dentro dos ouvidos deverá ser efetuada por um veterinário.

otite 2

Assim, o tratamento da otite irá depender muito da sua origem. É necessário evitar  fatores como a humidade, excesso de pêlos no canal auditivo , de modo a diminuir a incidência de otite.

Uma das falhas frequentes no seu tratamento é o procedimento incorreto ao colocar os pingos ( medicação) no ouvido do cão. Grande parte dos cães abana a cabeça, não permitindo que o medicamento atinja todo o canal auditivo, e assim impedindo que o medicamento surta efeito.

otite cachorro

A limpeza dos ouvidos deverá ser tida em conta na higiene do cão, quer na altura do banho ou em outra que seja necessária.

Proibido usar cotonetes! Pode dar origem a irritações ou inflamação.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *