Chin ou Spaniel Japonês

Origem: Japãochin spaniel japones1

Tamanho: Pequeno

Área de criação: Pequena

Temperamento: Dócil

Atividade física: Moderada

 

O Spaniel Japonês, também conhecido como Japanese Chin ou simplesmente Chin, é um dos cães toy desenvolvidos no Japão. Alguns estudiosos acreditam que a raça teria chegado ao Japão em 732, ofertado como presente ao imperador japonês. Outros creditam a chegada do Chin aos primeiros monges que chegaram ao Japão em 528 para difundir o Budismo no país. Independente da teoria, o Chin é considerado como uma das primeiras raças de companhia desenvolvidas em todo mundo e o seu papel está estreitamente ligado ao budismo, sendo chamado de “Cão do Fo” ou “Cão de Buda”.

Segundo algumas lendas, teria sido originado da união de um leão com uma macaca e há várias representações desta união em diversas esculturas encontradas na Coreia, Japão, Vietname e China. Estas mesmas esculturas lembram tanto o Chin quanto o Pug e o próprio Pequinês e segundo as tradições, eram as fontes de inspiração para o desenvolvimento das raças pelas famílias nobres, que procuravam selecionar os exemplares que mais se assemelhavam aos modelos das esculturas.

A existência do Chin no Japão é dada como certa já no século X. Ao longo do tempo o seu tamanho foi sendo diminuído e o valor aumentado. Segundo alguns textos do século XVIII, os cães eram tão pequenos que viviam em gaiolas como pássaros presos no teto das grandes mansões dos nobres. Foi nesta mesma época que a nobreza adorou definitivamente o Chin como mascote como forma de agradar ao imperador japonês, nascido sob o signo do Cão no horóscopo chinês. Foi promulgada uma lei que protegia o Spaniel Japonês. Segundo esta lei, o roubo ou o assassinato de um cão da raça deveria ser punido com a pena de morte e haviam grandes recompensas também para quem denunciasse os infratores da lei.

chin spaniel japones

O Chin também foi um dos primeiros – se não o primeiro – cão asiático a conquistar o Ocidente graças às trocas mercantis de portugueses e espanhóis que chegaram à região nos anos de 1540/1550 e levaram alguns cães para a Europa, onde é quase certa a sua influência para a evolução dos pequenos Spaniels britânicos. Vários nobres inglês, incluindo a Rainha Alexandra (esposa de Eduardo VII) se encantaram pelos pequenos e a própria rainha chegou a ter mais de 20 Chins antes de se encantar pelo Pequinês.

Nos Estados Unidos foram apresentados pela primeira vez em 1882, numa exposição canina em Nova York. Em 1883 fundaram o Japanese Spaniel Club que foi, posteriormente, substituída por uma nova associação chamada Japanese Spaniel Club  of America, em 1912.

Apesar das suas qualidades como cão de companhia, enfrentava uma concorrência muito grande do próprio pequinês (nos Estados Unidos) e do Cavalier King Charles (na Inglaterra) o que fez com que a raça nunca alcançasse a popularidade das duas anteriores.

O temperamento do Spaniel Japonês é um dos seus pontos fortes da raça. Ao mesmo tempo brincalhão e altivo, mostra-se bastante seletivo nas suas relações.

Muito apegado aos seus donos, não é do tipo de faz festa para qualquer pessoa que se aproxime.

Como é um cão pequeno, pode se dar bem com crianças desde que estas sejam cuidadosas nas brincadeiras. Normalmente é sociável com outros cães e até mesmo com gatos.

chin spaniel japones2

O seu tamanho toy (segundo o padrão devem pesar no máximo 3,2kg e medir até 28cm) o indicam para pequenos espaços e apartamentos. O que não quer dizer que não gostem de passear e exercitar-se. Nos Estados Unidos competem com sucesso em provas de agility.

O filhote é cheio de energia e disposição.

Especialmente durante a fase de crescimento, é importante cuidar para que os filhotes não sofram traumatismos, que podem comprometer o desenvolvimento ósseo. O mesmo cuidado deve ser tomado quanto à quantidade de comida, evitando o peso em excesso.

O pêlo do Chin requer cuidados para se manter longo, sedoso e abundante. A escovação é essencial neste processo e o filhote deve ser acostumado ao ritual de escovação desde cedo.

O Spaniel Japonês é uma raça bastante saudável e no geral sofre dos problemas comuns às raças pequenas.

  • Fechamento tardio da moleira
  • Hérnia
  • Dentição dupla
  • Luxação patelar

 

 

 

 

Fontes:anuariocaes.com.br / dogtimes.com.br

 

artigos relacionados:

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *