Bearded Collie

Origem: Grã-Bretanha

Bearded Collie

Bearded Collie


Tamanho: Médio


Área de criação: Média


Temperamento: Dócil


Atividade física: Moderada

Acredita-se que este cão seja um dos mais antigos da Grã-Bretanha. Há pelo menos três séculos os Beardies, como são chamados, são encontrados no Reino Unido. Descendem de vários pastores da Europa Central, que foram cruzados ao longo do tempo até dar origem às diversas raças de pastores originárias desse continente. Os exemplares da raça tiveram papel importante em pastoreio e nas travessias de gado das Terras Altas para os mercados, nos séculos 17 e 18. Eram utilizados especialmente por trabalhores rurais, que valorizavam muito a capacidade de trabalho desses cães. A beleza da raça tinha um papel secundário na criação. Atualmente o Bearded Collie já não é tão utilizado como cão de trabalho, sendo, porém, apreciado por sua versatilidade. É excelente cão de companhia, atuando também com sucesso em exposições de beleza, pastoreio, obediência, agility e outros desportes caninos. 

Embora a raça tenha ganho alguma popularidade nas exposições no final do século 19, esta quase foi extinta com a Primeira Guerra Mundial, e foi salva em meados de 1940 pela Senhora Wendy Willinson, que havia encomendado um filhote de Pastor de Shetland, e para sua surpresa recebeu um filhote de Bearded Collie. Apesar do engano, acabou encantando-se pelo temperamento, inteligência e instinto de pastoreio do filhote, e decidiu mantê-lo. Graças aos seus esforços, voltou a promover e incentivar o desenvolvimento da raça.

Bearded Collie

Bearded Collie

São cães que necessitam exercícios para que possam se desenvolver bem e não adquirir hábitos destrutivos. No minimo 30 minutos de exercícios diários são o suficiente para os Beardies. Como foram desenvolvidos para que pudessem atuar praticamente sozinhos com as ovelhas e o gado, tendem a ser cães mais independentes e menos afeitos à obediência. Por isso mesmo, os treinos nunca devem ser repetitivos, pois se entediam facilmente.

São cães dóceis e confiáveis, e não devem demonstrar traços de timidez exagerada ou agressividade e, ao contrário de outros cães originalmente de pastoreio, não são cães que devam ser utilizados para guarda, já que não possuem instinto territorial muito intenso. Podem ser utilizados como cão de alarme.

Com os humanos são cães carinhosos, sem fazer o tipo ´grudentos´. Apesar disso, não gostam de ficar longos períodos sozinhos. Precisam participar da vida da casa e sentir que existe um ´dono´ por perto.

Por seu passado de pastor, costuma dedicar-se igualmente a todos os membros da família, sem eleger único dono. Cuida de todos, e gosta de ver sua família reunida, como um rebanho.

Com crianças, é extremamente paciente e especialmente brincalhão.

Os Bearded Collie bébes são muito curiosos e o seu olhar e comportamento demonstra isto claramente. Estão sempre dispostos a conferir tudo de novo que passa em seu caminho.

Eles nascem com uma coloração intensa, mas mesmo os criadores experientes não prevêem qual a tonalidade definitiva dos cães quando filhotes. Somente após os quatro meses, a tonalidade começa a variar e é normal que a pelagem clareie, em muitos casos chegando a ficar totalmente branco, voltando a escurecer a partir do segundo ano.

Por sua característica de independência, os filhotes devem aprender rapidamente que devem obedecer e precisam ser estimulados à obediência desde cedo, caso contrário podem desenvolver um traço forte de personalidade dominante e o convívio pode ser bastante difícil.

Bearded Collie

Bearded Collie

A raça pode apresentar-se nas cores preta, azul, castanho e areia, com ou sem marcas brancas e com diversas tonalidades, variando por exemplo, na cor preta, do preto intenso ao cinza ardósia.

Durante a sua vida, a tonalidade irá variar, porém a partir de três anos esta variação passa a ser mínima e já se sabe a tonalidade definitiva. A variação ocorre dentro de uma mesma ninhada, entre irmãos e podem também nascer todos de uma única cor, ou mesmo as quatro cores na mesma ninhada. A regra aqui é ditada por um fator genético bem complexo, baseado nos pais e nos fatores que os mesmos carregam.

O pelo abundante dos Beardies, precisa de cuidados para que se mostrem limpos e sem nós. Deve-se acostumar o filhote desde cedo com a rotina de escovagem. Este ritual deve ser repetido pelo menos 1 vez por semana, quando os cães estão na fase adulta. Entre 9 e 18 meses, quando trocam o pelo de filhote pelo de adulto, precisam de escovagem a cada 3 dias, para remoção dos pelos que estão se soltando. Deve-se evitar os banhos excessivos que podem danificar o pelo do cão.

O seu tamanho pode variar de 51 a 53 cm para fêmeas e 53 a 56 cm para machos, e o seu peso entre 18 a 27 quilos.

A sua longevidade é em média entre 12 a 14 anos.


Fontes: anuariocaes.com.br / dogtimes.com.br 

artigos relacionados:

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *