Airedale Terrier

Origem: Grã-Bretanhaairedaleterrier

Tamanho: Grande

Área de criação: Média

Temperamento: Equilibrado


ATIVIDADE FÍSICA: INTENSA

O Airedale foi desenvolvido pelos ingleses do vale do rio Aire, no condado de Yorkshire no século 19, para a caça de grandes animais aquáticos, especialmente a lontra. Para essa função precisavam de um cão forte, ágil, com faro apurado e excelente nadador. Para chegar ao cão ideal, cruzaram diversas raças existentes na época e, apesar de não haver consenso sobre todas elas, é certo que foram utilizados um antigo cão chamado English Black-and-Tan Terrier (atualmente extinto) e o Otterhound. Alguns historiadores sustentam ainda a presença de cães da raça Bull Terrier e Border Collie. Ainda hoje, existem associações internacionais que treinam e organizam provas de caça especialmente para os Airedales.

O primeiro padrão da raça foi redigido após 1860, mas o The Kennel Clube – entidade inglesa que organiza a criação naquele país – só a reconheceu oficialmente como raça independente em 1886.

A sua actuação como cão de caça polivalente, capaz inclusive de apontar a presa e recuperá-la após ter sido abatida pelos caçadores, seu temperamento equilibrado e valente como qualquer Terrier, fizeram com que este cão ganhasse logo uma grande popularidade, não apenas na Inglaterra, como nos demais países da Europa e também nos Estados Unidos.

Graças à sua resistência física e capacidade de aprendizagem, o Airedale foi uma das primeiras raças a serem utilizadas pelas polícias da Inglaterra e Alemanha. Durante as duas Grandes Guerras, muitos Airedales foram treinados pelos exércitos para exerceram as funções de mensageiro e actuarem na busca e salvamento de feridos nos campos de batalha.

Dono de uma personalidade equilibrada, os Airedales costumam ser cães dóceis e bastante activos.

Com as crianças, os Airedales são especialmente delicados e podem encarar mesmo as brincadeiras mais pesadas sem nenhum traço de agressividade, mas por serem cães de porte médio, as brincadeiras devem ser sempre supervisionadas.

O seu tamanho ( 58 a 61 cm para machos e 56 a 59 cm para fêmeas ) e agilidade, aliados à sua valentia fazem deles bons cães de guarda, apesar da docilidade com seus próprios donos. O seu peso anda em torno dos 20 quilos.

É um cão que tem energia de sobra e que para conservar-se bem não apenas do ponto de vista físico, mas principalmente psicológico, precisa de exercícios constantes. Pode, eventualmente, morar em casas pequenas e até mesmo em apartamentos desde que obedeça a um infalível programa de exercícios.

airedaleterrier2Os filhotes nascem pretos com marcações castanhas, que vão aumentando até chegar à sua coloração definitiva com aproximadamente 1 ano de idade. A cauda deve ser cortada entre 3 e 5 dias. Na Alemanha e em outros países da Europa, o corte de caudas já não figura no padrão da raça.

Assim como o cão adulto, o filhote é um poço de energia e de desejo de descobrir o mundo. Por isso é bastante recomendável que participe desde cedo de aulas de obediência para que a convivência seja mais fácil e agradável para todos. Se os cães em geral não devem receber treinos monótonos, no caso do Airedale essa recomendação é ainda mais importante, uma vez que podem ser facilmente distraídos durante actividades consideradas repetitivas.

Não é o tipo ideal de cachorro para quem não quer, não tem tempo para educá-los ou ainda para quem deseje um cão que possa ficar o tempo todo longe do contacto com a família.

As suas raízes de caçador fazem com que esteja sempre procurando algo para fazer e, caso não encontrem nada ‘útil’, certamente poderão inventar brincadeiras que nem sempre serão aprovadas pelos donos, como roer móveis, roubar roupas do varal ou escavar enormes buracos no jardim.

A cor da pelagem do Airedale deve ser sempre castanha, com o manto preto ou grisalho. O pelo deve apresentar uma textura áspera, bastante adequada à sua função original e que protege o cão.

Os cães de exposição nunca podem ser cortados com tesoura ou mesmo com máquina uma vez que essa prática muda a consistência da pelagem e até mesmo a tonalidade original do pelo. Cães que frequentam exposições devem ter os pêlos arrancados à base do stripping, que consiste na retirada manual dos pelos com a ajuda de uma faquinha apropriada. Esse procedimento só deve ser realizado por profissionais competentes.

Para os cães que não participam de exposições, a tosquia deve ser feita a cada 45 ou 60 dias, mas a escovação deve ser, no mínimo, feita duas vezes por semana, para que os pelos mortos sejam retirados. Normalmente não são cães que percam pêlo, a não ser na época da muda, que ocorre mais ou menos duas vezes por ano.

Outro cuidado importante é com relação aos banhos. Além de serem apenas esporádicos, os cães devem ser muito bem secos para que não haja problemas de pele causados por fungos.airedaleterrier1

Os airedales são cães bastante resistentes e não estão propensos à problemas específicos como outras raças. Apesar disso, deve-se ter especial atenção para:

  • Dermatites e eczemas – normalmente causados pelo aparecimento de fungos.
  • Displasia Coxo-femural
  • Otite

 

 

 

 

 

Fontes: anuariocaes.com.br/ dogtimes.com.br

 

 

 

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *