7 Dicas para Ensinar o Cão a Nadar

Em época de verão já pensou em levar o seu cão para nadar? Algumas raças como o Golden Retriever, o Labrador, Cocker Spaniel Americano, Cão D’Água Português, cães de outras raças e até mesmo os “rafeiros” que teoricamente não seriam cães de água, não perdem a oportunidade de nadar . Muitos cães simplesmente adoram água!

Nós gostamos de ver os nossos animais se divertindo e levá los a uma piscina , lago ou mar calmo é sempre bom, ainda mais no verão. Mas, para que isto ocorra da melhor forma possível, é necessário ser prudente, principalmente para não deixar nenhum trauma no cão.

E como devemos nos preparar para levar o nosso amigo para a nova aventura?

dogswimtoy

Em primeiro lugar, tenha certeza de que ele já completou todo o processo de vacinação, no caso de ser ainda um cachorrinho.

Em segundo lugar procure um local adequado para ele nadar. De preferência procure piscinas próprias para cães, pois os altos níveis de cloro e outras substâncias químicas em piscinas para pessoas podem fazer mal ao pêlo e também podem gerar forte alergia nos peludos. O local encontrado deve ser avaliado , tente encontrar pessoas que já tenham levado os seus cães a essa piscina.

Quando levar o seu cão para nadar, vá sempre com tempo para conhecer o local e converse com os funcionários do local.  Existem algumas coisas que devemos ter em mente nesse momento: é uma experiência nova para ele, então devemos ir no seu ritmo.

Deixamos aqui 7 dicas de como levar o seu Cão a nadar : dogswim

1-  Nunca jogue o cão diretamente para a água. Pode ser muito traumatizante para o cão. Claro que ele vai nadar,  mas pode ser que da próxima vez ele não queira  entrar na água. Fica com medo.

2- Deixe o cão entrar por sua conta na água, de acordo com o seu ritmo. Se você puder entrar na água juntamente com ele será melhor ainda, pois isto o ajudará a manter a calma e cria um elo entre os dois. É tão bom nadar com o nosso amiguinho de quatro patas!

3- Tenha paciência. Que seja num dia que você tenha tempo livre, de modo a passar uma energia tranquila na nova experiencia do seu cão.

4- Não force ! Se o cão não se sentir á vontade nos primeiros tempos, não force! Com calma e paciência concerteza ele se habituará á nova atividade. Cada cão tem o seu tempo, e o seu modo de aprendizagem.

5- Nunca deixe o cão sozinho na piscina. Ele pode se cansar ou ter uma caimbra e não conseguir sair da água, podendo até se afogar, mesmo sabendo nadar. Procure piscinas que tenham uma escada que ele consiga usar para sair.

6- Convém usar um peitoral e guia, de modo a conseguir puxar o cão caso precise.

7- Leve pelo menos um brinquedo e vá jogando com ele, de modo a verificar a reacção. É um bom exercicio de natação quando o cão já está á vontade na água.

No entanto, existem algumas raças que não devem nadar sem colete. Porque têm maiores dificuldades em nadar, pelo que poderão se afogar .

As razões variam, uns porque têm a cabeça muito grande para o corpo, ou porque as patas são muito curtas e incapazes de mantê-los com a cabeça para fora da água, ou porque são pesados demais para nadar.

 Cada cão deverá ser avaliado individualmente, sempre com as devidas precauções e orientações.

 

Cão com colete salvação

Cão com colete salvação

Existe sempre solução! Usar coletes de salvação próprios para cães ou colocá los numa piscina rasa de modo a interagirem com a água e a se refrescarem! 🙂

Cão numa piscina rasa

Cão numa piscina rasa

Assim…NÃO existe razão para o seu cão não brincar na água! No entanto , é de salientar  precaução com a entrada de água no canal auditivo , de modo ao seu cão não vir a sofrer de otites.

Bons Banhos!! Sempre em boa Cãopanhia!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte : tudosobrecachorros.com.br

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *